CAMARA MUNICIPAL DE TAPEROÁ

Camara Municipal de Juazeirinho


Presidente da Câmara Municipal de Taperoá publica nota sobre CPI


20 de Qua de 2015

Desde que o requerimento de abertura de comissão parlamentar de inquérito foi apresentado, venho cumprindo com minhas obrigações: submeti o requerimento ao plenário da Câmara, que foi aprovado com a quantidade de votos necessários para tanto.

 

Com essa autorização, foi criada a comissão, que teve toda autonomia para se organizar, montar sua equipe e elaborar sua agenda de trabalho. É outra obrigação que o Presidente da Câmara tem de fazer.

 

Como é natural, houve divergência por parte de alguns vereadores quanto à formação e funcionamento da CPI. Eles se valeram do Poder Judiciário para barrar as investigações. Na primeira tentativa não houve sucesso. Na segunda, sim, Veio uma determinação judicial de parar os trabalhos da Comissão, o que foi cumprido.

Foram duas ações judiciais que tive de responder, o que fiz da forma mais rápida e necessária, para evitar demora de minha parte. O funcionamento da CPI depende agora somente do Juiz.

 

O cargo de Presidente tem certas obrigações que não se pode deixar de lado. Responder ao Judiciário é uma delas. Dar cumprimento às decisões do plenário da Câmara Municipal é outra. Defender os interesses do Município é obrigação legal por conta do cargo de Vereador que estou exercendo. Porém mais ainda: é uma obrigação moral minha, na condição de filho da terra. Dessa não abrirei mão jamais.